Bem-estar

31/03/2021 08h00

Cuide bem deles

Na estação do Outono é natural que os cabelos caiam mais. Mas como saber se a queda está dentro do normal e o que fazer?

Por Nosso Bem Estar

Drobotdean/Freepik NBE
Ddb abr portrait of a confused young woman looking at her hair

Cuide bem deles

A alta luminosidade do Verão acelera o ciclo de crescimento do cabelo. A chegada do Outono traz consigo a baixa de luminosidade com os dias mais curtos, o que colabora para que a queda se acentue e a gente até se assuste com os “tufos” de cabelo que aprecem no banho e/ou na escova.  

A médica Marina Elisa Rombaldi, especialista em Tricologia (estudo dos cabelos), tranquiliza: “é normal a queda de 100 a 150 fios de cabelo por dia”.

Mas como dificilmente alguém irá se dedicar a essa contagem de fios, ela recomenda observar os sinais de alerta: “perdas acentuadas e continuadas (acima de seis semanas), cabelo ficando mais fino e falhas (ou aumento de falhas) em determinadas regiões podem ser indicativos de algo mais sério. Nesse caso é recomendável procurar um médico, pois tratar o problema no início gera resultados muito melhores e mais rápidos”.

Os motivos para a queda de cabelo são inúmeros, mas de maneira geral é considerada uma resposta do organismo a alguma agressão que sofreu. No caso de um estresse emocional, por exemplo, a queda começará a se acentuar em torno de três meses após o episódio gerador.

A causa pode ser uma deficiência vitamínica, mineral ou hormonal. É comum ser resultado de alguma infecção, pós-cirurgia ou pós-parto. Ao longo da pandemia a médica vem observando uma queda mais intensa, seja por problemas de estresse, depressão ou pela infecção por Covid. “O que se observa é cada vez mais pessoas com alterações do couro cabeludo e o aumento de incidência entre jovens com menos de 30 anos”, afirma Marina Rombaldi.

Segundo a tricologista, é comum as pessoas irem driblando o problema com cosméticos, estéticas ou soluções caseiras e o quadro acabar se agravando.

- O cabelo é um indicador de equilíbrio. Pode parecer um caso simples, mas todo caso merece uma boa investigação e um tratamento individualizado. Se a raiz do problema não for identificada e tratada, o transtorno pode se tornar cíclico, agravando ainda mais o quadro. A gente busca identificar o fator desencadeante e trabalhar com outros profissionais para solucionar. Conforme o caso vamos agregar um nutricionista, endócrino, psicólogo ou outro profissional necessário - explica a médica.  

As opções de tratamento para recuperação são inúmeras e a resposta vai depender da gravidade. Algumas vezes a recuperação leva meses e, por isso, é necessário paciência e perseverança. Há ainda a opção do transplante capilar, com métodos de implante folicular que não deixam cicatrizes e apresentam excelente performance.

Cabelos são a moldura do rosto. Contribuem para a beleza e autoestima e refletem. Por isso cuide bem deles.

Em nome da beleza

É no salão de beleza que os primeiros indícios de queda são detectados. O olhar aguçado e experiente de uma boa cabeleireira vai poder indicar se o caso da cliente é o normal de todos os Outonos ou se é importante buscar ajuda médica.

Há 25 anos atuando na área, Manoela Pauletti constata que no final do verão os cabelos das clientes geralmente estão carentes de cuidados.

-É importante devolver os nutrientes perdidos com o excesso de sol, calor, água clorada e/ou água do mar. A avaliação dos fios vai indicar se o caso é para hidratação ou reconstrução. A partir disso, organizamos um cronograma para o tratamento capilar, explica a cabeleireira. Além dos shampoos e cremes especiais, Manoela utiliza aparelhos de alta frequência à base de ozônio e massagens direcionadas. O cronograma também vai preparar os cabelos para o inverno, quando o uso de água quente e de secador costumam ser mais frequentes, agredindo os fios.

DICAS FÁCEIS

Ao lado da esteticista Maraísa Santos, Manoela oferece em seu salão soluções para cuidados com sombrancelhas e cílios, através de técnicas de design, alongamentos e micropigmentação.

Para os cuidados diários dos cabelos, a cabeleireira recomenda práticas diárias de escovação:

- Escovar das pontas para a raiz antes de ir dormir, a fim de relaxar o sistema.

- Com a cabeça pra baixo, escovar da raiz para as pontas, para ganhos de energia e vitalidade nos fios.

- Complemente massageando o couro cabeludo para estimular o bulbo e a irrigação sanguínea.

X