Planeta

25/03/2021 08h00

Vivência na Aldeia online

O primeiro Festival Vivência na Aldeia acontece em formato online ao longo dos meses de março e abril, sempre aos finais de semana, às 16 horas. A participação é aberta e gratuita

Por Nosso Bem Estar

Divulgação
Aldeia

Vivência na aldeia online

Cada dia tem uma atividade diferente, ministradas pelas famílias da Aldeia Tapirema (SP). No dia 27 de março será abordada a Culinária Indígena Tupi Guarani com direito a aprender a receita do Txu’u, comida tradicional tupi guarani feita à base de banana verde. 

Dia 28 de março é hora de aprender sobre as Brincadeiras e a Educação Indígena. “Brincar na aldeia é aprendizado, brincar ensina a como viver em comunidade, a viver na mata, a sobreviver e os curumins da Aldeia ensinarão seu modo de vida livre, brincadeiras educativas e a educação diferenciada na Aldeia”, diz o texto de apresentação.

NOVOS TEMAS EM ABRIL

Em abril estarão sendo abordados os temas: sobrevivência na mata, roda de conversa com os mais velhos, oficina de artesanato, fitoterapia indígena, grafismo e pintura indígena. 

O Festival se propõe a “conectar pessoas de bom coração em uma singela jornada online de expansão de conhecimentos, troca de saberes e amor pela terra”. 

A cultura dos povos indígenas está profundamente ligada a práticas relacionadas à terra e à natureza. Seus cantos, sua dança, sua culinária, sua medicina e sua espiritualidade constituem uma rede de práticas que compõe o modo de vida tradicional de cada povo. 

Os elementos da cultura Tupi Guarani se manifestam através de práticas coletivas com a natureza: o plantio, a colheita e a preparação dos alimentos; a medicina que cura através das plantas; a espiritualidade manifestada no diálogo entre humanos e não-humanos, onde “não-humano” refere-se à mata, aos animais, aos sonhos e à memória dos antepassados; os cantos e da dança, expressões artísticas que trazem em si o sagrado, a história e a identidade étnico-cultural Tupi Guarani. Um povo que protege, luta, resiste e inspira!

Para saber mais e inscrever-se acesse AQUI

Com  -  Vivência na Aldeira.org

X