Crescimento pessoal

10/02/2021 10h00

Cultura na Pandemia

Editais voltados para a cadeia da Cultura geram uma profusão de criações artísticas e auxiliam os profissionais da área

Por Nosso Bem Estar

Logo - divulgação
31151418 81958 gdo

Cultura na Pandemia

Livros, filmes, música e outras manifestações artísticas salvaram os dias de quem ficou em casa ao longo da pandemia. Mas enquanto o público desfrutava da (necessária) arte, os profissionais da Cultura estiveram entre os mais impactados economicamente em 2020. O fechamento de salas de espetáculos, cinemas, bares e outros espaços, que representavam as fontes de renda de quem trabalha na área, resultou numa emergência financeira grave.

Para socorrer os profissionais da Cultura foi aprovada em junho de 2020, na Câmara e no Senado Federal, a lei Aldir Blanc, proposta pela deputada Federal Benedita da Silva e construída através de processo coletivo com deputados e representantes da área. O nome da lei é uma referência ao músico morto pela Covid19.

Alguns editais da Aldir Blanc já foram lançados em 2020. Em janeiro passado foi a vez do Edital Criação e Formação – Diversidade das Culturas, uma parceria entre a Secretaria de Estado da Cultura (Sedac) e a Fundação Marcopolo.

Em 2021, estão previstos mais dois editais, ambos a serem executados em parceria com entidades selecionadas em processo de Chamada Pública.

O Edital Ações Culturais das Comunidades - acoesculturaiscomunidades.org - está aberto a inscrições até 15 de fevereiro. Tem como objetivo promover a estruturação e a qualificação de iniciativas realizadas por coletivos culturais de base comunitária e vai premiar agentes culturais que tenham atuação de, no mínimo, 2 (dois) anos nas 63 comunidades dos 23 municípios gaúchos que integram o RS Seguro. É uma parceria da Secretaria da Cultura do Estado do RS com Associação de Desenvolvimento Social do Norte do RS, (ADSNRS) - Central Única das Favelas (Cufa) de Frederico Westphalen  e Cufa RS.

O Prêmio Trajetórias Culturais – mestra Sirley Amaro abre inscrições de 17 de fevreiro a a 9 de março, pelo site www.premiotrajetoriaculturalrs.com.br. É um prêmio de reconhecimento do Estado e da sociedade civil para os fazedores de cultura, que transformam vidas por meio da arte nas diferentes comunidades. Serão premiadas mil e quinhentas (1.500) trajetórias culturais, distribuídas nas nove (09) Regiões Funcionais dos Conselhos Regionais de Desenvolvimento (Coredes), no valor de R$ 8 mil para cada projeto. As premiações objetivam dar destaque a pessoas que, através de movimentos e de deslocamentos, construíram um caminho de relevância social, criando, inovando e transformando seus espaços de atuação e contribuindo para promover a cultura nas suas mais variadas manifestações. É uma parceria da Secretaria da Cultura do Estado do RS com o Instituto Trocando Ideia.

Para mais informações, acesse https://cultura.rs.gov.br/inicial

 

X